terça-feira, 12 de agosto de 2008

dia 1



O dia das apresentações!

Após umas 17 horas em viagem, entre aviões, autocarro e barco, eis-me chegado ao destino! Finalmente, pés em Macau!!!!

A cabeça começa a rolar em todas as direcções, os dois olhos são poucos para tanta curiosidade; os ouvidos perdem-se entre os xing xong e os yang yeng pan…..

Estou no meio da Diferença, tão no meio que rapidamente passei a ser eu o diferente, aquele que tem um tom de pele esquisito, aquele que tem uma linguagem que não se percebe nada, que tem uns olhos tão abertos….

Depois de algumas voltas à procura de um alguém que estaria à minha espera, aparece finalmente o alguém, também diferente, assim como eu, a perceber o que eu digo e a falar a minha linguagem….Esperava-me o Eng. Francisco, que me levou até às minhas instalações provisórias no Hotel Taipa!!!

O calor é sufocante! A temperatura alta e a humidade elevada colam-me num ápice a t-shirt ao corpo….É a sauna de Macau!!!

Os volantes à direita e a condução pela esquerda fazem antever dificuldades quando for chegada a hora de pegar num desses carros…diferentes!

Os andaimes, meus caros, todos em bambu!!!! E não apenas para prédios pequenos (até porque prédios novos com pouca altura não se vêem muitos…), mas para todos!!! 30 pisos, 40 pisos, seja o que for, os andaimes são em bambu e não se fala mais nisso! Foi-me explicado que, além da facilidade na obtenção de matéria prima, são em bambu devido à sua maior elasticidade relativamente aos andaimes metálicos tradicionais, o que, numa zona de alguns tufões como esta, se torna essencial e pode ser uma justificação para a escolha. Não deixa no entanto de ser impressionante olhar de baixo para cima e ver os andaimes completamente todos tortos, a ameaçar a queda a qualquer momento!

7 de Julho de 2008

3 comentários:

Primas disse...

Evitei durante muito tempo vir comentar, na expectativa que houvesses mais... posts! Mas agora venho fazê-lo numa postura aborrecida! Quero notícias, histórias, fotos, aventuras... vá!!

Besos,
Ru

moça disse...

não devias ter parado... :P

Mário disse...

dever não devia, mas não era a mesma coisa....